quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Carta entre cunhadas (III)



O bom amigo é aquele que nos faz amigos de Jesus.
 (Pe. Fábio de Melo)

Coelho da Rocha, 11 de Maio de 1961.

Bondosa cunhada
Salve Maria!
Espero encontrá-la feliz, juntamente com todos os seus.
Estou bem de saúde, de paz e amor.
As crianças melhoraram muito da tosse, estão quase boas.
Pedro vai bem e manda lembranças ao Sr. Antônio e família.
Chove hoje aqui que é uma beleza!
Água mesmo de verdade, não é brincadeira.
O seu Zé está agasalhadinho esperando eu escrever e, enquanto isso, relê todas as minhas cartas enviadas por você.
Tem sofrido muito a separação de três meses, não é, cunhada?
Mas, calma, o fim do mês está chegando para amenizar os sofrimentos.
A missa de Páscoa foi uma beleza, só não tive tempo para confessar porque cheguei a igreja em cima da hora da missa.
Mas ficará para outra oportunidade. Hoje, dia da Ascenção do Senhor, seria um ótimo dia,  porém a chuva não me deu licença de sair de casa.
No próximo Domingo, é dia das Mães, espero não faltar à Missa.
Aproveito para enviar a D. Magnólia o meu abraço por esse dia tão bonito.
E o seu dia chegará.
Mamãe está passando bem e manda lembranças a todos.
Como está o enxoval, adiantado?
E a Assunta, continua morando no Assunto? Dê lembranças a ela.
Peça a Estela para emprestar para você um pouquinho de banha, não quero ver você magrinha.
Lembranças às meninas e, enfim, a todos os seus parentes de um modo geral.
Para você, um abração e desculpe a bagunça que essa lapiseira fez.
As meninas de outra vez escreverão para você.
Até a próxima!
Deusa 

Um comentário:

  1. Essas cartas são sempre lindos achados!! beijos praianos,chica

    ResponderExcluir

Deixe sua amizade aqui.

Leia também...

Related Posts with Thumbnails