sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Carta entre cunhadas (V)




Conviver com uma pessoa com somente uma face, ainda que agressiva, insensível e controladora é possível se adquirirmos defesa, mas conviver com alguém que ora é dotado de afetividade, ora é assaltado pela intensa agressividade, é um convite para ficarmos doentes.

(O colecionador de Lágrimas- Augusto Cury)

Coelho da Rocha, 7 de Setembro de 1961.

Bondosa cunhada
Salve Jesus, Maria e José!
Felizmente tudo calmo por aqui.
Hoje a chuvinha foi triste, o dia custou a passar, enfim, estou um pouco sem assunto.
Mas não poderia deixar de lhe enviar mais essas linhas que são o único consolo para a nossa saudade.
Janeiro está chegando.
Vamos ver o que Deus pode fazer, não é?
Agradeça a D.Magnólia o arroz colhido para nós e diga a ela que não se preocupe em mandar nada para mim.
Sabem que todos comeram daquele arroz?
Dei para a Rosinha, a Ercy e a mamãe mas fiquei com a maior parte (que não sou boba).
Antonieta, ainda não tive coragem de confessar e comungar, estou frequentando a igreja todos os  Domingos, inclusive dia 15 de Agosto, dia de N. Senhora da Glória tivemos a oportunidade de presenciar a primeira comunhão de todo o colégio das madres. Uma beleza!
A igreja ficou cheinha de meninos e meninas de branquinho. As meninas ficaram encantadas, só quiseram vir embora depois que todas as crianças deixaram a igreja. Na próxima primeira comunhão, elas farão, se Deus quiser.
Ainda não se sabe se Dezembro ou Maio. A catequista disse que o padre marca de acordo com o adiantamento das crianças. Talvez façam ainda em Dezembro.
Mamãe manda lembranças e um abraço para você. Dê lembranças a todos e um especial abraço a você.
Recomendação a seu pai, Assunta e a todos que perguntarem por mim.
Sua amiga
Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua amizade aqui.

Leia também...

Related Posts with Thumbnails