quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Carta entre cunhadas (XXII)



"Não podemos viver apenas para nós mesmos.
Mil fibras nos conectam com outras pessoas;
e por essas fibras nossas ações vão como causas
e voltam pra nós como efeitos."



Coelho da Rocha, 14-6-1962
Saudações
À minha cunhada
Para lhe desejar muita felicidade, escrevi esta pequenas linhas.
Que, no sonhado mês que vem, chegue para todos vocês com muita alegria e paz.
Assim como aqui nós estamos alegres e desejosos que chegue o dia, faço mil ideia como você está contente.
Aqui, o assunto do dia é o do seu enlace com o mano Zeca.
Só sinto não poder comparecer.
Peço quando chegar na igreja, e, no momento que jogares o véu, pense em mim para que o meu também seja em breve realizado.
Não como Roberto, mas sim com outro que em breve você conhecerá: Gercino.
Mamãe está um pouco adoentada, envia-lhe lembranças.
Desculpe a letra pois estava com pressa.
Desde já receba um forte abraço que tanto desejava dar-lhe pessoalmente no dia do seu matrimônio.
Assim termino essa.
Lembranças a todos.
Mil felicidade

Sua cunhada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua amizade aqui.

Leia também...

Related Posts with Thumbnails