domingo, 3 de novembro de 2013

Carta entre cunhadas (XXXII)

Alguém que faça você acreditar
Que realmente existe o bem no mundo
Alguém que te convença de que
realmente existe uma porta destrancada
Apenas esperando que a abramos
Esta é uma amizade Eterna...



Coelho da Rocha, 15 de Junho de 1962.
Querida cunhada
Espero estar com vocês muito breve se Deus não mandar o contrário.
Antonieta, estamos muito animados para a viagem.
Devemos chegar aí no dia 5 pela manhã.
Caso você não encontre alguma coisa daquela nota, mande dizer que eu levarei daqui.
Segue o tabuleiro, espero que você agrade deste modelo.
O seu amor gostou mais desse.
E as placas também vão para você escolher.
Quero levar as placas prontas juntamente com as rosinhas.
E as manas estão alegres?
Mamãe Magnólia tem chorado muito?
Não repararemos, é natural.
Mamãe também já chorou muito, não sei porque as mães, nessa ocasião, dão para chorar.
Deve ser de alegria.
Para o mês, nessa data, você talvez já conheça meu barraco.
Dê lembranças a todos e uma beijoca da cunhada.

Maria


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua amizade aqui.

Leia também...

Related Posts with Thumbnails