quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Carta entre cunhadas (XXXV)


Amigo é quem, conhecido ou não, vivo ou morto, nos faz pensar, agir ou se comportar no melhor de nós mesmos.


Coelho da Rocha, 23 de Julho de1961.
Bondosa cunhada
Salve Maria!
Saudosa pela nossa correspondência resolvi, de repente, escrever um pouco.
Tenho estado muito ocupada devido a uma série de coisas que tem acontecido por aqui.
Imagine que adoeceu primeiro o meu afilhado o Ivanir da Rosinha. Dei uma porção de voltas com ele.
Em seguida, nasceu o Isaías, mais um pouco de trabalho.
Enfim, tudo em paz.
Quando parecia tudo calmo, passou mal a Ercy seguindo para uma maternidade e ali ganhou um bonito garoto.
Foi porém infeliz, porque o menino nasceu morto, o que encheu-nos de tristeza.
Ela estava inconsolável, João idem, mas só é o que Deus quer.
Agora, está mais calma, já está na casa da mãe e passa bem.
Como vê, uma série de trapalhadas que nos deixaram preocupados.
 Peço desculpas por não ter escrito na viagem passada, não houve tempo,
Essa semana folgou um pouco.
Vejamos o que aparecerá mais para perturbar os nossos planos futuros.
A sua última carta você perguntou que achava eu de Janeiro.
Respondo que, devido as férias das crianças, do Pedro e, ao mesmo tempo, do Zeca está bom.
Por aqui, a animação é grande e já estamos nos preparando para a grande data.
E D. Magnólia, está satisfeita?
Seu Antônio, as meninas (de 80 quilos) também estão?
Começa a surgir uma novidade para a Terezinha. Um príncipe encantado talvez.
Deixo para ela escrever essa história.
Mamãe manda recomendações para todos e um abraço para você.
Dê por mim um abraço na Assunta e pergunte a ela como vai o Assunto?
Estou doida para rever essa turma toda.
Gostei dos retratos dos casamentos daí, as noivas estavam muito bonitas e a madrinha estava muito elegante na pessoa de nossa Antonieta.
O nosso Zé estava satisfeito nesse dia.
Como sempre, que está ai.
Amanhã, as meninas escreverão para você, hoje já estão dormindo, são 9 h 30 min. O pequeno já está na escola e sabe contar de um até vinte e dez, conhece?
Quando ele chega em 28, 29, vinte e dez.
Nem sei escrever isso.
Mas está animadinho.
Isso é que serve.
Antonieta, vou terminar desejando-lhe um noivado feliz e um fim de ano maravilhoso.
Recomendações a todos os seus.
Sua amiga e futura cunhada.

Maria.


P.S.Eis que chega o fim desta série (amanhã será o último post), eles se casaram e fizeram, neste ano, 52 anos de casados.

As cunhadas vivas são só três de seis... Mas, infelizmente duas são quase inimigas...
Tiremos nossa  conclusões... É uma pena que seja agora um relacionamento superficial e sem contentamento de ambas as partes!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua amizade aqui.

Leia também...

Related Posts with Thumbnails